Maquiagem Artística • Dicas pra acertar

Blog

Está cada vez mais comum aqui no Brasil as festas a fantasia nessa época que antecede o Halloween e esses dias eu me lembrei de um momento muito legal da minha carreira de maquiadora, quando eu participei da final do concurso Conexão Beauty Art da Avon e tivemos como desafio produzir trabalhos no tema proposto – Cultura Folk.
Um deles, que ilustra esse post, foi inspirado em uma das lendas mais tradicionais, a Salamanca do Jarau, também conhecida como Teiniaguá, que conta a história de uma salamandra (lagartixa) que tinha a cabeça de fogo e vivia em uma lagoa na caverna do Cerro do Jarau, região da fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. A salamandra era também uma mulher, a Princesa Moura, jamais tocada por um homem, e pelo qual se apaixonasse viveria feliz para sempre. Um sacristão se apaixonou pela princesa e ao ser descoberto, ia ser decaptado. A Teiniaguá com seus poderes mágicos salvou seu amado e foram viver na caverna. Conta a lenda que a Teiniaguá e o Sacristão se tornaram os pais dos primeiros gaúchos do Rio Grande do Sul.

Bem, mas, eu lembrei disso e queria aproveitar para falar de maquiagem artística, pois eu sempre me baseei em alguns princípios que eu acho que valem para qualquer ideia que você tiver!

1 • planejamento
Uma dica que eu acho válida seja você um iniciante na arte da maquiagem, ou veterano dos pincéis – desenhar em um papel sua ideia de maquiagem antes e colorir com cores. Nesse sketch você pode observar se os tons estão em harmonia. Isso economiza tempo, pois você não precisa fazer tantos testes na pele.

2 • Testar os pigmentos

Nunca use um pigmento que será usado numa extensão de pele grande sem antes testar. Pode ser no rosto mesmo, ou no antebraço, o importante é verificar a performance da maquiagem, sua fixação, cobertura, cheiro, possibilidade de alergia…

3 • Riscar o rosto

Assim como alguns artistas usam o lápis antes de pintar, eu acho muito legal a ideia de usar um lápis nude ou branco para demarcar áreas ou mesmo fazer desenhos, dependendo da proposta da maquiagem. Se sua ideia de maquiagem mais artística não tem exatamente áreas cobertas por produto, um recurso legal de marcação são pequenos pontinhos, apenas para uma orientação.

4 • Pincéis adequados

Na maquiagem, no geral, as ferramentas são muito importantes e fazem muita diferença para conseguir um acabamento profissional. Na maquiagem artística então, nem se fala! Desenhos e traços precisam ser feitos com minúcia e é sempre bom lembrar que áreas grandes precisam de pincéis maiores, e detalhes de pincéis fininhos. 

5 • No começo, menos é mais
Para quem é iniciante, uma dica que eu deixo é – use poucas cores. A chance de acertar na combinação cromática e do resultado final ser mais harmonioso é bem maior. 

6 • Make artístico "de bonita"
Se sua ideia de maquiagem não for 100% artística como essa que mostro aqui, você pode sempre equilibrar os elementos fantasiosos com técnicas de maquiagem social. Explico: você pode realçar os cílios com postiços, marcar um delineador, usar um pouco de blush, batom…

 

Nessa make eu usei produtos da Makeup 4ever e Catherine Hill – duas grandes referências em produtos para maquiagens artísticas com um desempenho e fixação espetaculares. A Makeup 4Ever é importada, mas já possuem vários itens do catálogo disponíveis no Brasil.

Eu comecei demarcando com lápis branco os desenhos. Em seguida comecei a pintura a partir dos detalhes pequenos e depois segui para os maiores. Usei o pó compacto para ajudar as tintas cremosas aderirem melhor à pele. Depois, criei uns efeitos de luz e sombra no rosto, e por fim usei uma rede (dessas tipo de cabelo) para com um airbrush, fazer essa texturização.

cacahabeychecarloscontreras001

 

O truque do tule ou rede

Eu li em vários lugares que esse é um dos truques para quem quer fazer uma maquiagem artística rápida ou para complementar uma make mais elaborada. Bem, usar o tule ou uma redinha (pode ser uma meia arrastão também) é uma forma de texturizar a pele, seja do rosto todo, seja nas têmporas, bochechas… dá pra pirar a partir dessa técnica e complementar diversas fantasias como de sereia, por exemplo, pois ela dá essa ideia de escamas, ou algo de Halloween, pois também é possível que a pele pareça machucada. 

Eu gosto de fazer isso com um airbrush, mas esse é o tipo de coisa que só que já trabalha com makes mais elaboradas tem. Dá pra fazer com o pincel, mas para isso é preciso testar bem antes, e eu sugiro que você teste no antebraço, para entender a quantidade certa de produto que deve aplicar para conseguir o efeito marcadinho da rede. 

Aqui, umas imagens do Pinterest que mostram o momento desse procedimento:

maquiagem-sereia-truque-1 maquiagem-sereia-truque-2 maquiagem-sereia-truque-3

 

Foto: Carlos Contreras / Reprodução